segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Juras Eternas


Jurei amar-te pela eternidade. Jurei amar-te por todo o sempre. Como pude jurar pelo futuro, se viver a vida é dia a dia? Jurei quando estava no ontem. Vivo o hoje e posso repetir a jura. O amanhã à vida pertence. Não a mim, não à você, não à jura. Hoje o meu amor é eterno. Hoje minha vida é vivida. Hoje minha jura é mantida. Amanhã? Pode não haver vida. Minha jura pode ser maior que a sua vida. Sua jura pode ser maior que a minha vida. Nosso amor pode ser maior do que as nossas vidas. Durariam, as juras e os amores, além de nossas vidas? Se me fala da eternidade, ela dura uma vida. Se me fala de uma jura, ela dura uma vida. Muitas juras terminaram antes da vida. Muitas juras não duraram uma eternidade. Hoje juro uma jura eterna, porque hoje meu amor é eterno. Não estou minimizando o amor. Não estou diminuindo a jura. Sei que estou sendo absurda, porque estou sendo lógica. O amor não é lógico. Jura de amor não é lógica. O durar da eternidade faz lógica. Jurar amor eterno faz lógica. Portanto, amo você eternamente, porque amo você hoje! Amo você eternamente, porque juro amar você agora!


1 Lembranças:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Menina linda,

Jura, jura tudo o que tiver pra jurar. Promete esse amor, grita no momento do eterno e deixa a sensatez longe. A loucura do amor é única, é alimento pra alma, é a maneira exata pra viver feliz. Cultivar esse sentimento é o melhor exercício que podemos fazer. Exercitar os sentimentos é mágico e sublime.

Você é uma querida, sabia?

Linda!

Beijo imenso.

Rebeca

-