domingo, março 21, 2010

Nos trilhos da vida

Talvez com um pé só
andando os trilhos
os que a vida me dispõe..
Talvez com um vestido esvoaçante
E uma música no peito
Um caminho de estrada férrea
Nova..
Talvez muito tempo andando com dois
Seja tão dificil como re-aprender à andar
Como criança levando tombos
Assim posso tentar..
Estrada nova
Apenas precisando de mais equilíbrio
Por ser com uma perna só
Mas vou cantando
Porque é de melodia que a vida é feita
É o som nem que seja do silêncio
Do vento que vai batendo
E vai firmando
Vou é brincando
De ser eu só...


(Autor Desconhecido)


3 Lembranças:

Solange Maia disse...

talvez o que importe mesmo seja o caminho.... e como a gente se entrega a ele...

beijos !!!!

serpai disse...

buenas proposiciones y desiciones..!!


SERGIO

Daniel Savio disse...

Concordo com a Solange, mas sempre no caminho que fazemos, tem aquele lugares ótimos para repormos a nossa energia, vulgo colo de mãe e amigos...

E poesia bonita.

Fique com Deus, menina Miss Simpatia.
Um abraço.