sexta-feira, abril 16, 2010

Dos Sentimentos


Minhas mãos escrevem
a falta que sinto das tuas...
Dizem da febre que cobre o meu corpo
E causa o delírio de quem vive a saudade
Revelam a espera constante das tuas palavras
Que acalentam e protegem o que é nosso
Não permitindo ficarmos perdidos no tempoAssim...
Escrevem as minhas mãos...
No entrelaçar dos dedos que abraçam
O lápis que desliza sobre a folha...
Correm como se fossem para o teu corpo.
O desenho se faz ao fluir de meus sentidos
Os contornos que nascem como sendo teus,
Ganham vida nas mãos ávidas de emoção
Que fazem descompassar o pulsar do coração
Que não mais ouve a razão que grita no íntimo
As mãos se entregam ao papel, como eu em Ti...
Descrevem o que por dentro eu sinto
Converto em traços as minhas emoções
Transformo em letras os meus sentimentos,
Observo a folha que antes estava em branco.
As lágrimas sentidas deslizam pela face...
E vejo no papel o que foi revelado...
Meu coração está apaixonado!


(By Tatiana Moreira)

6 Lembranças:

Francisco disse...

O que uma folha de papel e um lápis, são capazes de fazer quando estamos apaixonados...!
Os beijos hoje são duplos. Pra vc e pra Tati. Pelo bom gosto das duas.

Estrela vespertina...turbulenta! disse...

E fica no papel a marca das palavras e traz consigo um pedaço da alma,o coração que entrelaça e escreve,é ele quem escreve teu coração juntamente com tua alma.
beijos linda miss e um bom fim de semana.

Crys disse...

Que lindo texto amiga...amei...bjão pra ti e um lindo final de semana...

Hod disse...

Tatiana revela-se intensamnte neste poema, adoro ler a alma dela.
Vc. escolheu e foi bastante feliz em homenageá-la com esse post.

Beijo pra vc. Miss.

Hod.

António disse...

Adorei o poema.

Faz sonhar nas mãos que gostaríamos que nos percorressem.

Um beijo
António

Daniel Savio disse...

Mas o que importa, é o desejo que escreve o nosso corpo...

E bonito poema =P

Fique com Deus, menina Miss Simpatia.
Um abraço.