domingo, abril 18, 2010

O que restou?

O olhar perdido na imensidão do céu fraqueja.
Tentando desfazer o intenso aperto no coração
Procurando novamente um novo ar sentir
Buscar o sorriso que se perdeu num vento
A Lua eterna confidente, em prata apareceu.
Acalentando ternamente as lágrimas sentidas
Fiz dessa luz minha outorgada testemunha
Do que antes tinha tantas nuances em cores
Hoje... somente saudade deixou...
Recebi como herança a dor que por dentro lateja.
Numa desilusão que faz perder a inspiração
Verdades que a razão insiste em me fazer ouvir
Num crepúsculo que revela o contido lamento
O Sol meu fiel companheiro, o dia amanheceu.
Trazendo a claridade das palavras escassas
Advindas de um tempo que não mais dispunha
Do que antes demonstrava ter tantas emoções
Hoje é nítido que de tudo...
Só o meu Amor restou!

(By Tatiana Moreira)

4 Lembranças:

Daniel Savio disse...

Sempre deixamos heranças, mas algumas conseguimos viver melhor após as mesmas ocorrerem...

Fique com Deus, menina Miss Simpatia.
Um abraço.

Sophi para os íntimos disse...

Muitas vezes só esse amor que restou já é suficiente para obter de volta todo o resto!

beijo no coração amada minha

Luciana P. disse...

O amor é um apego, um sentimento denso, nobre e bandido ao mesmo tempo. Nos faz rir e chorar, é difícil prever sua intensidade, já que é composto de emoção.
Lindos versos!

Beijos!

Hod disse...

Lindo Miss escolher Tatiane,
Esse Poema existe em dimensão onde o amor apresenta-se em diversidade de formas. Lulu Santos diz " Toda foram de amar vale a pena" ...Será?

Beijo pra vc.

Hod.