terça-feira, maio 11, 2010

Nossos Corpos

Nesse teu corpo, amor
Eu deslizo suavemente
Lentamente...
Recolhendo um sabor
A cada momento diferente...
E do calor dos teus lábios
Surgem carícias ardentes
E em movimentos cadentes
Nossos corpos se agitam
Revelando segredos
E desejos contidos...
E na doçura do teu olhar
Sinto o teu amor em mim
Assim como o Sol beija o mar
Nossa poesia não tem fim

7 Lembranças:

Luciana P. disse...

Os desejos contidos é que fazem a coisa toda, hahaha. Muito linda e sensual a sua poesia. Sentir o corpo do outro e senti-lo no coração, na verdade, são duas coisas que se completam...

Beijos pra ti!

ღPat.ღ disse...

Que delícia de texto amiga.
Hum...
A imagem, então...
beijos.....

Daniel Savio disse...

Mas o agito do corpo só é reflexo do que passa dentro do coração...

Fique com Deus, menina Miss Simpatia.
Um abraço.

EU SOU NEGUINHA disse...

Owwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww,grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr,saudades

Daniel Hiver disse...

O amor é feito de deslizares, de segredos compartilhados, de movimentos cadentes.
É repleto de doçuras, de poesias e é dono de um sol e um mar particular.

Camila Chaves, disse...

UAAAAAAAAL
Descreveu muito bem o momento!
Beijos

Alex disse...

Loira vc realmente é ( Demais)

Site é Infinitamente envolvente.. traduz sua sensibilidade de forma lindas de toques . Sensualidade a flor da pele é sua marca impressa nessa página.
Beijo Loirinha