domingo, julho 05, 2009

Quanto vale uma vida??


O ser humano realmente é estranho! Cada dia que passa vou me convencendo mais um pouco disso. “Engraçada” essa mania que as pessoas têm de valorizar as outras só depois que elas morrem, por que isso? Já pararam pra pensar quantos artistas viraram filmes, livros, nomes de rua somente depois de falecerem??? Pintores que “precisaram” morrer pra ter suas pinturas vendidas. Gente que continua lançando CDs mesmo depois de anos de morte. Enfim, homenagens atrás de homenagens que deveriam ter sido feitas em vida.


Isso tudo me faz refletir sobre: quanto vale uma Vida?? E tenho me perguntado isso com mais freqüência após a morte de Michael Jackson. Gente, o que isso está virando???? Todos os limites estão sendo ultrapassados e estou ficando realmente pasma diante disso tudo, para não dizer indignada. Quero deixar claro que não me considero fã dele. Tudo bem que ele revolucionou a música POP, criou danças maneiras, e os clipes dele eram super produções nunca vistas antes. Reconheço isso tudo! Mas, confesso que ao ouvir o nome dele não são suas músicas que me vêem em mente e sim a imagem dele pendurando o filho pela varanda do Hotel. Deprimente!!


Se bem que, parando pra analisar agora, quem teve uma vida tão conturbada e cheia de escândalos; poderia esperar-se o que da “morte”? Uma coisa não podemos negar: Michael Jackson não é fraco não!! O cara até lá do além continua faturando horrores e bombando nos tops das paradas mundiais, batendo records de acesso na internet. Mais de 1,6 milhões de pessoas já se inscreveram para participar do funeral, para apenas 11 mil ingressos. Pasmem, é isso mesmo INGRESSOS para o funeral do astro. Cada sorteado receberá dois ingressos e será notificado por email neste domingo. Depois, quando eu falo que o Marketing é tudo na vida de uma pessoa tem gente que discorda. Quer mais marketing que isso?? “Ganhe um e leve dois”! Terei que mudar meu slogan para: “O marketing é tudo na vida e na morte de uma pessoa!”. Ele agora está em vitrine de museu, virou mais livros, vai ter filmes, TVs Americanas só passam shows deles, tudo em clima de megashow, que seria cômico se não fosse trágico. Será que ele está no formol? Desde o dia 25 de junho, meu Deus, isso está me parecendo a época de “Tróia” onde os funerais duravam 13 dias. E o pior que dele ainda está só nos preparativos.

Durante os próximos meses ainda vamos ouvir falar muito sobre tudo isso. E sabem por quê? Porque tem dinheiro envolvido. Infelizmente, o mundo está de uma forma, que não importa mais o seu caráter e sim a sua conta bancária. Acham que alguém está de fato preocupado com aquelas crianças? Ou o que ocasionou a morte dele? Não!!! Só querem apurar pra que a guarda das crianças e sua pensão milionária não caiam em mãos erradas. Pra sociedade, você vale quanto você tem. Você pode ter ajudado inúmeras pessoas durante a sua vida, ter sido o melhor cidadão do mundo, mas se você morrer pobre já era, lascou-se porque não vai receber homenagens, não vai virar filme e tão pouco seu nome virará nome de rua de bairro chique. E como você também foi pobre a vida toda, antes de morrer nem recebeu homenagem nenhuma. Que tristeza!!

Mas, deixando o lado mórbido pra trás, já que a intenção do post nem era essa e eu também nunca consigo escrever pouco, queria saber por quê?! O que de mais importante eu queria registrar aqui é que cada um de nós tem muitas chances diárias de “homenagear” as pessoas que amamos e deixamos passar por N motivos. É errado isso e eu venho tentando mudar isso com as pessoas que eu gosto. Não nos custa nada dizer sempre a quem amamos o quanto essa pessoa nos é importante, especial e querida em nossa vida. E quando digo dizer não é necessariamente com palavras porque, muitas das vezes, os nossos atos valem infinitamente mais. Pense nisso. E não há nada mais gratificante e gostoso que ver estampada a felicidade nos olhos e no sorriso da pessoa ao ser homenageada. E isso só em vida, por que, no fundo, isso é vida, nos dá VIDA!!

( By Mi§§)

2 Lembranças:

EU SOU NEGUINHA disse...

É assim,futilidade,mas parar e analisar a morte,a transição,ninguem faz,affffffffff
Beijos

Murillo disse...

Caraca!!!!!!!
Incrivel!!