sábado, setembro 11, 2010

Separação de Bens


Você fica com a razão.
Eu fico com os dias ensandecidos
Com o vento nos meus cabelos
Com o canto final do sol
No dourado da sua pele.
Você fica com a verdade.
Eu fico com os raios da lua
Com os sussurros sem nexo
Os beijos loucos, dementes
Com a obsessão dos corpos.
Você fica com o direito.
Eu fico com as horas de gozo
Com o ruído das folhas das árvores
Com seus dedos tecendo anseios
Na brancura do meu corpo
Você fica com o que é certo.
Eu fico com a incerteza
Com a beleza do instante sem continuidade
Com o momento perdido entre as horas
Com a eternidade perdida no momento.
Você fica, meu amor.
Eu sigo.

3 Lembranças:

Daniel Savio disse...

Mas quando o amor é duradouro, não precisa separa-lo...

Fique com Deus, menina Miss Simpatia.
Um abraço.

*YLLENAH* SM disse...

Uma separação sempre deixará marcas indeléveis, seja qual tipo for...

e a separação de sentimentos é a mais sentida de todas elas.

lindissimo texto...

até me vi nele...

yllenah*

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ®/Heleno Vieira de Oliveira disse...

Miss, tenha um linda noite, e tudo de otimo, obrigado pelo carinho, beijos !!!

Tua razão

Minha razão tem ocasião
Quero você enlouquecida
Pois assim teu fervor vem
Com um tom a mais e aquecido
E o sol no ocaso faz teu olhar
Ficar mais belo e intumescido
E você ardente e meu corpo
Querente
Voz rouca e baixinha, e ruídos
Aqueles incontestáveis de gozo
Alarde de caminhos abertos
E veias alteradas e velozes
Com sangue pulsando loucamente
E a certeza da tua paixão
Aqui corpo com libido
E luxuria de montão
Vem para mim que sou teu
Vamos juntos voar e ver o céu

Ulisses Reis®
27/09/2010

Paraa Mi§§