terça-feira, abril 12, 2011

Se

Se eu fosse apenas uma rosa, com que prazer me desfolhava, já que a vida é tão dolorosa e não te sei dizer mais nada! Se eu fosse apenas água ou vento, com que prazer me desfaria, como em teu próprio pensamento vais desfazendo a minha vida! Perdoa-me causar-te a mágoa desta humana, amarga demora! - de ser menos breve do que a água, mais durável que o vento e a rosa...


- Cecília Meireles -

8 Lembranças:

Camila Lima disse...

Cecília é maravilhosa! Bela lembrança!

Sonhadora disse...

minha querida

Maravilhoso este texto de cecília, que eu adoro.

Deixo um beijinho carinhoso
Sonhadora

Stella disse...

Olá,

Ando reunindo meus textos para publicar um livro, por isso estou entranto em contato com todas as pessoas que postaram meus textos em seus blogs, para solicitar que coloquem no final de cada um deles os créditos. É sempre um prazer compartilhar meus textos. No entanto, por razões burocráticas da lei de autoria, é necessário que seja citado de quem é o texto.
O texto que você postou no dia 18 de julho de 2009 "Te pertenço além do tempo, além dos sonhos, e muito além do real" é de minha autoria.
Peço a gentileza de colocar no final meu nome e meu blog: Stella Verçosa - Blog Entrando em Cena (http://blog.gruponogues.com.br).

Obrigada

valeria soares disse...

Nada melhor que Cecília numa tarde ensolarada de outono.

Lindo texto.

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
E és uma rosa?


Bjooo

Swingers Veronika e Cláudio disse...

Li esse poema há muito, muito tempo. Nem lembrava mais dele. Que bom ter tido o prazer de relê-lo!
Beijos e uma Páscoa maravilhosa para você e para os que te cercam, minha linda!!!

Val disse...

Moça, você está adicionada ao meu msn. Não sei se você tem o meu: ohomemcaminhacomaestrada@hotmail.com

Daniel Savio disse...

Nunca se desfaça, você é muito importante, mesmo que não perceba, as tuas palavras alegram muitas pessoas...

Fique com Deus, menina Miss Simpatia.
Um abraço.